CRM 36322
ginecologia e obstetrícia
imunologia da reprodução
medicina fetal

voltar|questões mais frequentes

O que saber sobre o exame de Sexagem Fetal

Quem pode fazer o exame?

Qualquer mulher grávida que assim o desejar. O teste não detecta gravidez, assim, se uma mulher que não estiver grávida fizer o teste, este apontará resultado de menina, pois apenas identificará a ausência de DNA masculino.

Há uma idade gestacional mais apropriada para a realização do teste?

Não. O teste pode ser realizado em qualquer fase da gravidez, mas os índices de acerto são maiores com o avançar da gravidez! (ver tabela de índice de acerto no termo de consentimento).

O fato de a gestante ter tido gestações anteriores de meninos ou meninas interfere no resultado?
Não. O DNA fetal é rapidamente eliminado da circulação materna horas após o parto.

E se a gravidez for gemelar (gêmeos)?

Para gêmeos univitelinos (idênticos) o resultado é válido para ambos. Para gêmeos fraternos (mais de uma placenta) se o resultado do teste for menino isto quer dizer que ao menos um dos gêmeos é menino. Se o resultado do teste for menina, indica que ambas as gêmeas são meninas.

Quanto tempo demora em sair o resultado?

No máximo cinco dias úteis.

Pode haver resultado inconclusivo?

Sim, em aproximadamente 5% dos casos, principalmente se a mãe estiver nas primeiras sete semanas de gravidez Nesses casos pedimos uma nova coleta 2-3 semanas depois.

O teste pode indicar alguma anomalia com o feto?

Embora o objetivo seja realmente fazer diagnóstico precoce e não-invasivo de anomalias, neste formato que estamos oferecendo a única coisa que pode ser prevista é o sexo fetal.

O teste pode estar errado?

Todo exame laboratorial tem uma chance de estar errado, pois a biologia não é uma ciência exata! A experiência com este teste ainda é pequena, mas a Tabela no Termo de Consentimento mostra o índice de acerto do teste aferido na prática, e ele não é de 100%.

O que pode causar um resultado errado?

Para o resultado de sexo feminino que posteriormente verifica-se ser uma gravidez de feto masculino a explicação mais simples é a falta de sensibilidade do teste. Como a sensibilidade do teste é controlada para ser a mesma em todas as análises, provavelmente havia uma quantidade muito pequena de DNA fetal no plasma materno no momento da coleta, que o teste não foi capaz de detectar. Como ainda não se sabe o que faz a quantidade de DNA fetal ser maior ou menor no sangue da mãe, não é possível levantar as causas deste tipo de falha. No entanto, é fato que a quantidade de DNA fetal vai aumentando conforme avança a gravidez, portanto supõe-se que o tamanho do feto e a vascularização placentária relacionam-se diretamente com a quantidade de DNA fetal no plasma materno.

Já no caso contrário, isto é, do resultado ser de feto masculino e posteriormente verificar-se ser uma gravidez de feto feminino, as causas são menos claras. Uma possibilidade que deve ser levantada é se a mãe foi submetida a procedimento de hiperovulação e/ou fertilização “in vitro”, que tem uma grande chance de gerar gravidezes múltiplas (2 ou mais embriões). Nestes casos não é incomum que um ou mais embriões não sobrevivam, e já existem estudos mostrando que a detecção do DNA destes embriões pode ocorrer até 2 semanas após, por exemplo, um episódio de aborto. Se um destes embriões for do sexo masculino, poderia explicar este tipo de incoerência entre o resultado do teste de sexagem fetal e o sexo do feto em progressão. Outra explicação seria se a mãe houvesse recebido transfusão de sangue ou transplante de órgão de um homem.

Vale ressaltar que na prática estes erros são raríssimos, mas é através do estudo destes casos que o teste pode ser aprimorado.

Outras informações:

Biologia Molecular
 
T/F 11 3285 5999 e Fax 11 3284 5315
E-mail: biologia@cii-laboratório.com.br
Responsável: Dr. José Eduardo Levi (CRBio 23407/01 D)
 

Consultório Campinas-SP:
Rua Antonio Lapa 280 sala 305, Cambuí CEP 13025-240 Veja o mapaDownload PDF
Fone/fax: 19 3294 5807
Consultório São Paulo-SP:
Rua do Rocio 423 Cj.312, Vila Olímpia CEP 04552-000 Veja o mapaDownload PDF
Fone/fax: 11 3846 2409
®2010 Dr. Ricardo Barini - Todos os direitos reservados.
criação: guto lacaz - desenvolvimento: zinga / rota01